Nosso Trabalho


“PORQUE AS CRIANÇAS PRECISAM CONHECER A JESUS.”


O Castelo do Rei trabalha com ferramentas artísticas e está fundamentado em quatro pilares que sustentam o ministério.


EVANGELISMO:

Usamos de ferramentas artísticas para  atingirmos as crianças. Como danças, teatros, palhaços,
lições 
objetivas, e espetáculos. Fazemos tudo isso não por diversão, mas porque sabemos que é essa a linguagem que as crianças entendem. Quando as crianças estão com toda a atenção para nós, após verem danças e peças falando do amor de Jesus, e o que Ele fez por nós, falamos a elas, que todos nós pecamos e que precisamos de perdão, e para morar no castelo devemos aceitar a Jesus em nossos coração.

Da mesma forma, o Senhor ordenou aqueles que pregam o evangelho, que vivam do evangelho.
1 Coríntios 9:14 


DISCIPULADO:

Uma frase que podemos colocar para definir esse pilar é “transformação de vidas e formação de caráter”. Vemos em cada guerreiro como o discipulado faz a diferença na vida deles, e como isso os transforma. Quando deixamos que o Espírito Santo aja em nossas vidas, reconhecendo que somos dEle e que temos que dar o nosso melhor, o resultado de tudo isso é uma mudança radical em nossas vidas. Temos muitos testemunhos lindos e impactantes de como vidas foram transformadas a partir do ponto em que eles se renderam totalmente aos pés de Jesus.

Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos.
Romanos 12:8


MISSÕES:

Entendemos que missões não são feitas somente em outros países, estados ou cidades, mas que cada um de nós recebemos uma missão de Cristo, e devemos cumpri-la onde quer que estejamos, seja em nosso bairro, em nosso lar, em nossa escola até mesmo em nossa família, afinal, se não cumprirmos nossa missão dentro de nossa própria casa dificilmente cumpriremos em algum outro lugar.

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Marcos 16:15


COMPAIXÃO:

Não podemos sair às ruas, ou falar do amor de Jesus, se não temos compaixão para com o nosso próximo. E cremos que a compaixão também move o ministério. Muitos jovens e adolescentes entenderam o que é a compaixão. Eles estão dispostos a oferecer um dia inteiro, ou um final de semana, saindo de suas casas para ir às ruas falar do amor que moveu a vida deles também.

Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me.
Mateus 25:35